sábado, 19 de julho de 2008

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Maria Bethânia - Entevista pra Hebe - Parte 1

Maria Bethânia - Entevista pra Hebe - Parte 2

Bethania: "Gente humilde"



"Gente Humilde"
Letra: Garoto, Vinicius de Moraes e Chico Buarque de Hollanda

"Tem certos dias em que eu penso em minha gente
E sinto assim todo meu peito se apertar
Porque parece que acontece de repente
Como um desejo de eu viver sem me notar"

"Igual a como quando eu passo no subúrbio
Eu muito bem, vindo de trem de algum lugar
E aí me dá uma inveja dessa gente
Que vai em frente sem nem ter com quem contar"

"São casas simples, com cadeiras na calçada
E na fachada escrito em cima que é um lar
Pela varanda flores tristes e baldias
Como a alegria que não tem onde encostar"

"E aí me dá uma tristeza no meu peito
Feito um despeito de eu não ter como lutar
E eu que não creio, peço a Deus por minha gente
É gente humilde, que vontade de chorar"

"E aí me dá uma tristeza no meu peito
Feito um despeito de eu não ter como lutar
E eu que não creio, peço a Deus por minha gente
É gente humilde, que vontade de chorar"

Bethânia - Memória da Pele

Bethânia - Senhores Sou Um Poeta/Apesar de Você

SABADO EM COPACABANA

Maria Bethânia - Amando Sobre os Jornais

quarta-feira, 16 de julho de 2008

CLARISSE LISPECTOR // A LUCIDEZ PERIGOSA

Estou sentindo uma clareza tão grande
que me anula como pessoa atual e comum:
é uma lucidez vazia, como explicar?
assim como um cálculo matemático perfeito
do qual, no entanto, não se precise.
Estou por assim dizer vendo claramente o vazio.
E nem entendo aquilo que entendo:
pois estou infinitamente maior que eu mesma, e não me alcanço.
Além do que: que faço dessa lucidez?
Sei também que esta minha lucidez pode-se
tornar o inferno humano- já me aconteceu antes.
Pois sei que - em termos de nossa diária e permanente acomodação
resignada à irrealidade- essa clareza de realidade é um risco.
Apagai, pois, minha flama, Deus, porque ela não me serve para viver os dias.
Ajudai-me a de novo consistir dos modos possíveis.
Eu consisto, eu consisto, amém.

FERNANDO PESSOA

Sonhei, confuso, e o sono foi disperso,

Mas, quando despertei da confusão,

Vi que esta vida aqui e este universo

Não são mais claros do que os sonhos são

Obscura luz paira onde estou converso

A esta realidade da ilusão

Se fecho os olhos, sou de novo imerso

Naquelas sombras que há na escuridão.

Escuro, escuro, tudo, em sonho ou vida,

É a mesma mistura de entre-seres

Ou na noite, ou ao dia transferida.

Nada é real, nada em seus vãos moveres

Pertence a uma forma definida,

Rastro visto de coisa só ouvida.

Caetano Veloso e Chico Buarque // O Quereres

Maria bethânia Show 25 ANOS

Maria bethânia Show 25 ANOS

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 1

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 2

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 3

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 4

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 5

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 6

Maria Bethânia - Show 25 anos em Portugal - Parte 7

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Você não entende nada / Cotidiano - Chico e Caetano

Fala Artista - Chico Buarque fala sobre sua infância

"Carta ao tom74-Agua de beber"(Quarteto em cy-Chico Buarque)

Bethânia e Gonzaguinha

Bethânia - Se Eu Morresse de Saudades

Bajofondo-Pa Bailar||Música de Abertura da Novela A Favorita

BajoFondo - Pa Bailar



No sé donde acomodarte
No sé de que color pintarte
No sé muy bien que nombre darte
Si te veo por la calle
Pero sé que tu
Me miras a los ojos y es algo único
Sé que yo siempre quiero más

(Lo que quiero hacer es salir a bailar -un poco
en realidad me gustas para bailar - un poco)

No sé porque si fue sólo un instante
Se niega el tiempo a borrarte
Fue una fina sombra que dejaste
Algo hermoso, inexplicable

Sé que tu me miras a los ojos es algo único
se que yo siempre quiero más
(Lo quiero hacer es salir a bailar -un poco
en realidad me gustas para bailar - un poco)

Sé que tu me miras a los ojos es algo único
se que yo siempre quiero más

te quiero cerca pa tocarte y pa bailar
te quiero cerca pa sentirte pa bailar

Sé que tu me miras a los ojos es algo único
se que yo siempre quiero más

Sé que tu me miras a los ojos es algo único
se que yo siempre quiero más

Sé que tu me miras a los ojos es algo único
se que yo siempre quiero más

Bajofondo - Pa Bailar

CANTORES DO CHUVEIRO E O REFAZER




Passe uma tarde divertida e ajude a manter vivo o sonho de muitas crianças assistidas pelo Refazer. O grupo Cantores do Chuveiro sobem ao palco para show beneficente em prol do Refazer.

Com o show, “Quem Canta Faz a Hora”, humor é o que não falta. São 29 canções que vão de Wilson Batista a Gonzaguinha, de Noel Rosa a Zé Kéti e Chico Buarque. O roteiro e direção são de Ricardo Cravo Albim. Com direção de cena de Dudu Sandroni.
Sobre o Refazer:

O Refazer presta assistência às famílias de pacientes infantis e adolescentes do Instituto Fernandes Figueira (IFF) – hospital materno-infantil da FIOCRUZ-RJ. As famílias atendidas vivem com renda mensal de até três salários mínimos e têm, pelo menos, um membro portador de doença crônica. O objetivo do trabalho da instituição é a redução do agravamento das doenças e das reinternações hospitalares dessas crianças.

As crianças e adolescentes atendidos pelo Refazer recebem doações mensais de medicamentos, leites especiais, cestas básicas, aparelhos ortopédicos e respiratórios, além de auxílio para o transporte. Também são desenvolvidas atividades sócio-educativas, voltadas para o fortalecimento econômico, da auto-estima e cidadania. Há palestras, recreação, desenvolvimento das potencialidades dos adolescentes, aulas sobre cuidados e responsabilidade com o bebê para as mães adolescentes e musicoterapia e obras nas casas das famílias atendidas