segunda-feira, 12 de março de 2012

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

MANUEL BANDEIRA

POÉTICA (Manuel Bandeira 1886-1968)




Estou farto do lirismo comedido

Do lirismo bem comportado

Do lirismo funcionário público com livro de ponto espediente protocolo e manifestações de apreço ao sr. [diretor.



Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário o cunho vernáculo de um vocábulo.



Abaixo os puristas.

Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais

Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção

Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis



Estou farto do lirismo namorador

Político

Raquítico

Sifilítico

De todo lirismo que capitula ao que quer que seja fora de si mesmo.



De resto não é lirismo

Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante exemplar com cem modelos de cartas e as [diferentes maneiras de agradar às mulheres, etc.



Quero antes o lirismo dos loucos

O lirismo dos bêbados

O lirismo difícil e pungente dos bêbados

O lirismo dos clowns de Shakespeare.



- Não quero saber do lirismo que não é libertação.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

MAIS UM ANO SEM ELIS REGINA 19.1.2012

Elis Regina Carvalho Costa (Porto Alegre, 17 de março de 1945 – São Paulo, 19 de janeiro de 1982)
foi uma intérprete brasileira. Conhecida por sua presença de palco histriônica, sua voz e sua personalidade, Elis Regina é considerada por muitos críticos, comentadores e outros músicos a melhor intérprete brasileira de todos os tempos.Com os sucessos de Falso Brilhante e Transversal do Tempo, ela inovou os espetáculos musicais no país e era capaz de demonstrar emoções tão contrárias, como a melancolia e a felicidade, numa mesma apresentação ou numa mesma música.